guacamole rapida

Guacamole Rápida

Se você está aqui é porque provavelmente adora essa receita incrível e extremamente nutritiva. Pode ter comido em alguma festividade ou já esteja habituado à fazer para comer em lanches com seus amigos e família. Está procurando por uma receita direta da fonte, extremamente gostosa e tradicional? Então está no lugar certo!

Esta é a melhor receita de guacamole, pois é simples de fazer e usa ingredientes frescos e de alta qualidade. O guacamole autêntico não contém excessos e ingredientes desnecessários. Tudo o que você precisa é de abacate, cebola, tomate, coentro, pimenta jalapeno, suco de limão, alho e sal. Fácil e delicioso!

Quando se trata de guacamole, a chave é não ficar muito chique ou tentar ser único demais. Guacamole é para ser fácil de fazer e delicioso. Claro e simples. É uma mistura de alguns ingredientes de alta qualidade com sabores que se fundem lindamente.

Embora esta receita seja fácil de fazer, temos algumas dicas para fazer a melhor receita de guacamole que você já experimentou.

Escolha abacates maduros para seu guacamole

O melhor guacamole começa com os ingredientes mais frescos. Procure abacates maduros, mas firmes. Você definitivamente não quer abacates macios e moles.

Então, como você escolhe bons abacates maduros? Primeiro, pegue abacates que ainda têm o caule preso. Se a haste foi removida na loja, é mais provável que haja manchas marrons por dentro. Em seguida, pressione suavemente em uma extremidade.

Como faz o guacamole

Fatie três abacates maduros ao meio, remova o caroço e as peles e coloque-os em uma tigela. Em seguida, use um garfo para triturá-los suavemente até o nível desejado de pedaços grandes ou macios. Adicione a cebola, o tomate, o coentro, a pimenta jalapeno, o alho, o suco de limão e o sal e misture tudo receitas.

É isso aí. O guacamole mais delicioso e fácil.

Como guardar o guacamole e mantê-lo verde

O guacamole oxida e fica marrom rapidamente. O suco de limão ajuda a retardar esse processo, mas é inevitável que o restante do guacamole comece a escurecer.

Então, o que não funciona? Bem, vamos começar deixando a sinceridade sobre o guacamole. Não existe nada para evitar o escurecimento e não há justificativa científica que explique uma forma de retardar seu escurecimento. Considere isso um conto de fadas.

Em seguida, muitos dizem para adicionar suco de limão. E isso ajuda um pouco, mas se você encher de limão perderá o sabor de outros ingrediente.

O truque mais comum para a preservação de guacamole é colocar filme plástico diretamente no guacamole para evitar a oxidação. E isso pode funcionar por um dia ou dois.

Então, na eterma busca para manter seu guacamole verde, encontre a solução nesse truque – e é brilhante.

Veja como manter o guacamole verde:

  • Coloque a sobra de guacamole em um recipiente de armazenamento e bata firmemente com uma colher para que fique bem e plana em cima.
  • Adicione cerca de 1 cm de água por cima (use água fria).
  • Coloque a tampa no recipiente de armazenamento e guarde na geladeira. É isso aí!
  • Quando quiser aproveitar o guacamole, escorra a água do topo, mexa e pronto.

Teste esse método por três dias inteiros e verá que funcionará como um encanto. Permanece perfeitamente fresco e delicioso. Embora, devemos admitir, no terceiro dia ele começa a ficar um pouco mais aguado. Mas quem teria guacamole guardado tanto tempo assim?

Ingredientes

  • Três abacates maduros
  • Meia cebola pequena, finamente picada
  • Dois tomates de Roma em cubos
  • Três colheres de sopa, coentro fresco, picado
  • Uma pimenta do tipo jalapena, sementes removidas e cortadas em cubos finos
  • Dois dentes de alho picado
  • O suco de um limão inteiro
  • Meia colher de chá de sal marinho

Modo de preparo

Corte o abacate ao meio, retire o caroço e a pele e coloque em uma tigela.  Amasse o abacate com um garfo e deixe-o tão grossa ou macia quanto desejar. Adicione os ingredientes restantes e mexa. Sirva com nachos, biscoitos ou torradas.

Dicas

  • Definitivamente, use limão fresco em vez de suco de limão industrializado que vem em caixa ou garrafa. A diferença de sabor vale a pena.
  • Certifique-se de ler todas as dicas acima para manter as sobras de guacamole verdes e frescas por mais tempo em sua geladeira. É realmente incrível!

Bom apetite!

pave de mousse de chocolate facil

Pavê de Mousse de Chocolate Fácil

Se você chegou até aqui é porque deseja uma receita super fácil de pavê de mousse de chocolate. Bom, você está no lugar certo. O Pavê é uma delícia e sua praticidade nos permite impressionar convidados em uma reunião familiar ou entre amigos sem precisar gastar horas à fio dentro da cozinha, até porque não temos todo esse tempo pela rotina que acabamos tendo. O Pavê é uma sobremesa popular brasileira que é vagamente baseada no tiramisu italiano. A versão brasileira dessa sobremesa em camadas não costuma ser aromatizada com café ou com licores e geralmente não é preparada com queijo mascarpone. Em vez disso, o pavê brasileiro incorpora muitos sabores locais favoritos, incluindo versões feitas com maracujá, limão, coco, abacaxi e até abóbora. Mas, com toda certeza, o pavê de chocolate é muito popular. O Pavê pode ser preparado de maneira muito simples, mas apenas em camadas, com creme ou mousse, junto com biscoitos. Nesta versão elegante em forma de torta, o pavê cremoso de mousse de chocolate é coberto com creme, biscoitos, coberto com chantilly e raspas de chocolate frescas. Essa sobremesa é melhor quando preparada no dia anterior, dando tempo para os biscoitos amolecerem.

Ingredientes

  • Meia xícara de creme de leite
  • Três colheres de sopa de açúcar
  • Uma colher de chá de baunilha
  • Dois pacotes de biscoito de chocolate
  • 1 caixa de bolacha do tipo champanhe (ou bolacha de chocolate ou similar)
  • Uma xícara de leite
  • Uma colher de sopa de rum (ou conhaque)
  • Uma xícara de raspas de chocolate
Para o creme de baunilha:
  • Quatro colheres de sopa de amido de milho
  • Duas xícaras de leite (inteiro)
  • Dois ovos
  • Uma gema de ovo
  • Meia xícara de açúcar
  • Uma colher de chá de baunilha
  • Quatro colheres de sopa de manteiga
Para o mousse de chocolate:
  • Quatro colheres de sopa de amido de milho
  • Uma lata de leite condensado
  • Duas xícaras e meia de leite (inteiro)
  • Uma pitada de sal
  • Uma colher de chá de baunilha
  • Uma xícara e meia de chocolate preto
  • Opcional: 2 colheres de sopa de Nutella

Prepare o creme de confeiteiro de baunilha

Em uma tigela média resistente ao calor, misture a amido de milho com meia xícara de leite até que o amido de milho esteja completamente dissolvido.  Adicione os ovos e a gema, uma pitada de sal e o açúcar e misture bem. Coloque o leite restante em uma panela pequena e leve para ferver em fogo médio. Adicione gradualmente o leite quente à mistura ovo com o açúcar, mexendo sempre. Transfira a mistura de volta para a panela e leve ao fogo médio, mexendo sempre até engrossar. Cozinhe por mais 1 minuto, retire do fogo e misture a manteiga e a baunilha. Reserve para esfriar. Cubra a superfície do creme de confeiteiro com um pedaço de filme plástico para evitar que uma crosta se forme.

Prepare o mousse de chocolate

Em uma tigela média resistente ao calor, misture a amido de milho com 1/2 xícara de leite até que o amido de milho esteja completamente dissolvido. Adicione a mistura a uma panela média com o leite condensado, uma pitada de sal e os 2 copos restantes de leite. Deixe ferver, mexendo sempre, até engrossar. Retire do fogo e misture a baunilha, as gotas de chocolate e a nutella (opcional). Reserve para esfriar. Coloque o creme de leite em uma tigela grande e bata em 3 colheres de sopa de açúcar. Bata o creme até formar picos macios. Remova uma xícara e meia de chantilly e leve à geladeira. Bata o chantilly restante no mousse até misturar bem.

Preparando o pavê

Unte levemente com manteiga o interior de uma forma. Misture 1 xícara de leite e o conhaque em uma tigela. Mergulhe os biscoitos rapidamente no leite antes de usá-los para alinhar as laterais e o fundo da panela (use algumas bolachas de champanhe para a camada inferior, se necessário) Espalhe metade do creme de baunilha sobre os biscoitos.  Cubra com outra camada de biscoitos. Espalhe metade do creme de chocolate sobre a segunda camada de biscoito. Depois, espalhe meia xícara de raspas de chocolate frescas sobre o creme de chocolate. Repita essas duas camadas, terminando com o creme de chocolate.  Espalhe o chantilly reservado por cima da sobremesa.  Decore com as raspas de chocolate restantes. Refrigere a sobremesa por várias horas ou durante a noite antes de remover o lado da panela para servir. E pronto, seu pavê de mousse de chocolate está pronto. Bom apetite!
massa de pizza integral

Massa de Pizza Integral

A massa de pizza de trigo integral tem uma má reputação. Se feito errado, geralmente é difícil, densa e seca. Por isso vamos disponibilizar uma receita macia, suculenta e gostosa. Todas as receitas de massa de pizza de trigo integral são diferentes, mas geralmente têm os mesmos ingredientes: farinha de trigo integral, fermento, água, sal, óleo e alguns podem ter açúcar. Vamos falar um pouco sobre alguns deles!
  • Água é essencial nessa massa. Depois de muitos testes você percebe que a medida perfeita gira em torno de uma xícara e meia. E, por favor, use água morna. Altas temperaturas de certo matará seu fermento.
  • Toda farinha de trigo deve ser 100% de grãos integrais.
  • Azeite extra virgem dá a esta massa de pizza o melhor sabor. Você também trata a massa com azeite à medida que a massa crescer. Isso evita que a crosta fique encharcada com as coberturas.
  • O sal dá um pouco de sabor à pizza de trigo integral. Massa de pizza sem sal tem um gosto suave, independentemente das coberturas.

Instruções de congelamento

É importante saber que esta receita é suficiente para fazer duas pizzas. Se você não precisar de duas pizzas, aqui estão as instruções de congelamento:
  • Após o aumento da massa da pizza e você a dividir ao meio para formar duas pizzas (etapa 6), você pode congelar uma das bolas de massa para fazer uma pizza posteriormente. Ou você pode simplesmente congelar as duas bolas de massa, separadamente.
  • Pulverize levemente todos os lados da bola de massa com spray antiaderente ou cubra levemente todos os lados com azeite de oliva. Coloque a bola de massa em saco individual com fecho e feche bem, espremendo todo o ar. Congele por até 3 meses.

Instruções de descongelamento

Coloque suas bolas de massa de pizza congelada na geladeira durante a noite ou por cerca de 12 horas para descongelar. Quando estiver pronto para fazer a pizza, remova a massa da geladeira e coloque-a no balcão para descansar por 30 minutos e voltar à temperatura ambiente. Deixe a massa descansar conforme as instruções abaixo. É frágil e deve ser manuseada com cuidado. Essa receita de massa de pizza integral tem o tempo de preparação de duas horas e serve até duas pizzas.

Ingredientes

  • Uma colher de chá de açúcar
  • Uma colher de sopa de fermento seco premium
  • Uma xícara e meia de água morna (trezentos e Sessenta mililitros)
  • Uma colher de azeite (quinze mililitros)
  • Uma colher de sopa de mel
  • Uma colher de chá de sal
  • Três à quatro xícaras de farinha de trigo integral
  • Azeite de oliva para banhar a massa

Modo de preparo

Em uma tigela grande ou na tigela da batedeira equipada com um gancho, misture o açúcar, o fermento e a água morna. Mexa e deixe descansar por 5 minutos ou até que o fermento fique espumoso e dissolvido. Isso é chamado de “prova” do fermento. Se o fermento não se dissolver, seu fermento estará morto. Comece novamente com fermento ativo. Adicione o azeite, o mel e o sal. Misture à mão com um batedor ou com o gancho de massa em velocidade baixa por 30 segundos. Adicione 3 xícaras de farinha de trigo integral e misture com o gancho de massa em velocidade baixa ou com uma espátula de borracha grande até que a massa comece a ficar unida. Depois de misturado, amasse por 5 minutos à mão em uma superfície enfarinhada ou com o gancho de massa em velocidade baixa-média. Se a massa estiver muito úmida, adicione até 1/3 de xícara de farinha de trigo integral. Depois de amassar, a massa deve ser lisa e elástica. Afunde com o dedo, se ele voltar lentamente, sua massa estará pronta para subir. Caso contrário, continue amassando. Modele a massa em uma bola e coloque em uma tigela grande que tenha sido levemente revestida com azeite. Vire-a para cobrir todos os lados. Cubra firmemente com filme plástico e deixe crescer em um ambiente de temperatura ambiente para quente, como o interior de um forno que foi levemente aquecido e desligado Dependendo do seu tipo de fermento, sua massa dobrará de tamanho em cerca de 1 a 2 horas. Após a massa dobrar de tamanho, afunde os dedos na massa para baixo para liberar o ar. Feito isso, divida a massa em duas e enrole cada metade em uma bola e deixe descansar em duas tigelas separadas levemente cobertas com filme plástico ou papel alumínio por pelo menos 20 minutos. Você pode congelar uma das bolas de massa neste momento para usar posteriormente. Leia acima no post para obter instruções de congelamento. Pré-aqueça o forno em temperatura alta e deixe aquecer por pelo menos 30 minutos completos. Cada centímetro do seu forno precisa estar muito, muito quente. Unte e polvilhe as assadeiras da pizza com azeite. Polvilhe com farinha de milho (preferida pelo sabor e textura) ou farinha de trigo integral (não tão preferida assim). Após 20 minutos, forme duas bolas com as massas , uma de cada vez, em uma superfície levemente enfarinhada ou diretamente sobre a assadeira forrada com farinha de milho. Feito isto, após basta achatar em um círculo redondo, esticando a massa. Você pode apertar as extremidades da pizza para criar bordas altas. Para evitar que o recheio deixe sua pizza encharcada, pincele a parte superior levemente com azeite de oliva. Usando os dedos, empurre as pontas dos seus dedos na superfície da massa para evitar bolhas. Transfira a massa para a assadeira com muita gentileza. Cubra com suas coberturas favoritas, como legumes, linguiça, ovos, presunto, frango e queijo. Ou o que mais preferir. Asse por 15 minutos ou até que a crosta esteja levemente dourada. Após isso, basta servir! Bom apetite.
massa de pizza sem fermento

Massa de Pizza sem Fermento

De onde veio essa comida tão amada? Costumamos associar pizza à comida italiana. Mas os italianos recebem o crédito? Ou alguém fez a primeira pizza? Não há uma resposta fácil. Diferentes historiadores têm idéias diferentes. Depende muito de como você define “pizza”. Você acha que a pizza é um pão sírio cozido no forno? Nesse caso, suas raízes remontam aos tempos antigos no Oriente Médio. Os antigos babilônios, israelitas e egípcios comiam pão achatado assado em fornos de barro. Você acha que uma pizza precisa ter coberturas? Nesse caso, remonta aos gregos e romanos antigos. Os dois comeram pães assados com azeite e especiarias. Hoje, chamamos esse prato de pão focaccia. E as pizzas que a maioria está familiarizada? Você sabe, o tipo com molho de tomate, queijo e coberturas? Isso começou na Itália. Especificamente, o padeiro Raffaele Esposito de Nápoles recebe frequentemente crédito por fazer a primeira pizza desse tipo. Os historiadores observam, no entanto, que os vendedores ambulantes em Nápoles vendiam pães com coberturas por muitos anos antes disso. Diz a lenda que o rei italiano Umberto I e a rainha Margherita visitaram Nápoles em 1889. Lá, Esposito foi convidado a fazer uma pizza para eles. Ele cobriu a pizza com tomates frescos, queijo mussarela e manjericão . Essa pizza ainda hoje é conhecida como Pizza Margherita. Os imigrantes italianos trouxeram pizza com eles para Espanha, França, Inglaterra e Estados Unidos. Não ganhou popularidade até depois da Segunda Guerra Mundial, no entanto. Foi quando os soldados que retornaram procuraram a comida que haviam amado enquanto lutavam no exterior. A pizza em sua forma mais básica, como um pão achatado experiente, tem uma longa história no Mediterrâneo. Várias culturas, incluindo gregos e fenícios, comeram um pão achatado feito de farinha e água. A massa seria cozida colocando-a em uma pedra quente e temperada com ervas. Os gregos chamavam esse início de pizza plankuntos e era basicamente usado como prato comestível ao comer ensopados ou caldo grosso.

O segredo de uma boa massa

Uma receita de massa instantânea fina e crocante para pizza, sem fermento e que não requer tempo de crescimento. Ah, sim, isso mesmo. Faça esta massa de pizza super fácil em cerca de 5 minutos para obter pizzas perfeitas com pressa rapidez. Você faz massa instantânea de pizza! Esta massa instantânea de pizza salvará a sua vida tantas vezes, você sabe quando está com fortes sintomas de abstinência e precisa de um macarrão ou alguma massa suculenta e crocante o mais rápido possível! Esta massa não tem levedura e não requer tempo para aumentar, por isso é perfeita para pizzas de última hora ou para um jantar rápido durante a semana.

Massa de pizza instantânea versus pizza tradicional

Ok, então vamos falar sobre as diferenças entre essa massa instantânea de pizza e a massa tradicional regular. Como esta massa de pizza não tem levedura ou tempo de subida, não é tão leve e arejada quanto a massa tradicional de pizza. Não pense que isso significa que é uma massa densa, porque não é absolutamente, ainda é bem leve e deliciosa ).

Modo de preparo

Não temos tempo para a massa crescer por 5 horas, precisamos de pizza agora e precisamos de pizza rápido, certo? Eu acho que é um bom começo. São necessários apenas quatro ingredientes simples para fazer esta massa instantânea de pizza, farinha, água, azeite e uma pitada de sal. Coloque a farinha e o sal em uma tigela grande e faça um pequeno poço no meio. Adicione a água morna e misture com uma colher. Quando a massa começar a incorporar, adicione o azeite. Amasse a massa sobre uma superfície de trabalho levemente enfarinhada para formar uma bola, não amasse demais, não levará muito tempo e está pronto! Você pode, inclusive, cortar a massa ao meio e fazer duas pizzas grandes. Polvilhe um pouco de farinha de sêmola (fubá) em uma assadeira, estenda a massa para uma base grande de pizza, coloque na bandeja e adicione o que quiser.

Ingredientes

  • Três xícaras de farinha de trigo
  • Uma xícara de água morna
  • Uma colher de sopa (20 ml) de azeite
  • Uma pitada de sal
A pizza deve ser assada em folgo alto por volta de quinze minutos. Coloque como recheio o que você mais gostar. Bom apetite!
pure de batata doce

Purê de Batata Doce

A batata doce ( Ipomoea batatas ) é um vegetal grande, amiláceo e com sabor doce. Eles realmente pertencem à família da glória da manhã. Batata-doce são tubérculos de raiz. Outros tubérculos radiculares incluem beterraba, cenoura, aipo-rábano e nabo. Os tubérculos de raiz armazenam água e energia, como amido e outros carboidratos, no subsolo. Eles recorrem a esses recursos para alimentar as partes acima da planta.

A origem da batata doce

Batata-doce são alguns dos alimentos mais antigos conhecidos pela humanidade . Elas são nativas da América Central e do Sul. Temos evidências fósseis de que a batata-doce estava crescendo nas Américas há 35 milhões de anos. Mas muito recentemente, os cientistas descobriram fósseis de folhas de 57 milhões de anos na Índia que parecem ser folhas antigas da glória da manhã. Onde e quando eles se originaram, e no entanto eles viajaram pelo mundo e estamos incrivelmente agradecidos que a maioria de nós tenha batatas doces em nossas vidas hoje.

Qual é a diferença entre batata doce e inhame?

As pessoas geralmente se referem erroneamente à batata-doce como “inhame”. Mas essas duas plantas não são realmente relacionadas . O inhame está relacionado a gramíneas e lírios e é  nativo da África e da Ásia. Eles geralmente são cilíndricos, com pele preta ou marrom, áspera, tipo casca e carne branca, roxa ou vermelha. A batata-doce possui extremidades afiladas características com uma pele mais lisa. Você pode encontrar batatas-doces em praticamente qualquer supermercado.

Fazendo o seu purê de batata doce

Não sei por que esses ingredientes básicos criam uma combinação de sabor estelar, mas eles criam. Se você está procurando purê de batatas, conheça o melhor que você poderia encontrar e ele é seu!

Ingredientes

  • Dois quilos de batata-doce (cerca de 7 pequenas a médias), descascadas e cortadas em cubos
  • Duas colheres de chá de sal, dividido
  • Um terço de xícara de cebola verde em fatias finas, principalmente partes verdes (de 1 molho)
  • Um terço de xícara de salsa fresca e picada
  • Um dente de alho pequeno a médio, prensado ou picado
  • Um quarto de xícara de creme de leite
  • Três colheres de sopa de manteiga em cubos
  • Pimenta preta moída na hora
  • Uma colher de chá de azeite extra-virgem

Modo de preparo

Coloque as batatas doces em cubos em uma panela grande e adicione água suficiente para cobrir todas. Adicione 1 colher de chá de sal e leve a mistura para ferver em fogo médio-alto. Reduza o fogo e cozinhe, descoberto, até as batatas ficarem macias (em outras palavras, é fácil deslizar um garfo para dentro e para fora), cerca de 9 a 12 minutos. Escorra bem e volte a colocar as batatas na panela. Amasse as batatas doces com a consistência desejada. Adicione prontamente quase toda a cebola verde e salsa, reservando uma pequena quantidade de cada uma para decorar. Adicione o alho e mexa para combinar. Em seguida, misture a maior parte do creme de leite (reserve aproximadamente 1 colher de sopa para enfeitar), toda a manteiga e o restante de 1 colher de chá de sal. Tempere a gosto com sal adicional (costumo acrescentar mais ¼ a ½ colher de chá) e pimenta do reino moída na hora. Transfira o purê de batatas para uma tigela e misture o creme de leite reservado com uma colher. Polvilhe com a cebola verde reservada e a salsa, regue levemente com azeite e finalize com uma pitada de pimenta. Sirva imediatamente. As sobras ficarão bem, cobertas e refrigeradas, por 3 a 4 dias.

A batata doce é boa para ajudar a gerenciar o diabetes tipo 2?

Esta é uma área que precisa de mais pesquisas, mas alguns estudos mostraram que o consumo moderado de batata – doce e folhas de batata-doce pode melhorar a regulação do açúcar no sangue no diabetes tipo 2. No entanto, até que mais evidências estejam disponíveis, nenhuma recomendação pode ser feita no momento.

A batata-doce é boa para a saúde ocular?

Um estudo descobriu que a batata doce roxa contém um grupo específico de antioxidantes, também conhecidos como antocianinas, que demonstraram ser benéficos para os olhos.

A batata-doce é segura para todos comerem?

No geral, a batata doce é um excelente complemento para uma dieta equilibrada. No entanto, eles contêm algo conhecido como oxalatos, que liga o cálcio e outros minerais. Muitos oxalatos na dieta podem causar pedras nos rins e, portanto, devem ser ingeridos com moderação se você tiver pedras nos rins ou se houver um alto risco de desenvolvê-las. Se você estiver preocupado, verifique com seu médico.
macarrao de panela de pressao com bacon

Macarrão de Panela de Pressão com Bacon

Tenho certeza que você ama macarrão. Afinal, quem não ama? Essa receita é para aquelas pessoas que têm uma rotina agitada e às vezes não possuem muito tempo para cozinhar, entretanto não querem perder a qualidade da comida que estão comendo. O macarrão de panela de pressão é o item tradicional da cozinha brasileira, e nesse artigo iremos lhe ensinar a fazer uma deliciosa receita para o seu dia a dia. Embora o macarrão seja a base da culinária italiana, o Brasil se apoderou desse delicioso alimento para implementarmos a nossa culinária. Dessa forma, o macarrão sofreu diversas modificações de molhos e temperos para se adequar melhor ao Paladar do brasileiro. Em uma dessas, decidimos que seria interessante fazer um macarrão dentro da panela de pressão. Não é que a receita deu certo? Geralmente as pessoas que aprendem a fazer o macarrão na panela de pressão acabam se habituando por ser muito prático e rápido. A melhor parte disso tudo é que o macarrão não perde a qualidade, pelo contrário, ele fica muito apetitoso. Tenho certeza que, depois que você fizer o macarrão na sua panela de pressão, você não vai querer saber de outra coisa mais. Para o nosso artigo escolhemos um dos favoritos, feito com bacon. Tenho certeza de que você é uma bacon, Já pensou um olho incrivelmente delicioso com essa maravilhosa carne suína? É mesmo de dar água na boca. Vamos para receita então?

Ingredientes

  • Meio quilo de macarrão do tipo espaguete
  • Meio quilo de bacon
  • Cinco hambúrgueres
  • Uma cebola média (picada)
  • Dois sachês de molho tomate
  • Uma colher de chá de sal (sal a gosto)
  • Água

Dicas adicionais para incrementar o macarrão

Existem algumas maneiras de apimentar o molho do macarrão de panela de pressão, deixando ele mais gostoso, mas essas opções são totalmente opcionais para você que deseja um sabor à mais. Você pode acrescentar:
  • Salsicha
  • Cogumelos
  • Almôndegas, frango
  • Flocos de pimenta
  • Pimentão Verde
  • Vinho tinto
  • Queijo Parmesão
  • Alho
  • Manjericão
  • Tempero italiano
Vamos ser sinceros, todos nós temos dias em que estamos apenas ocupados, e fazendo molho a partir do zero, bem, é mais fácil pegar um pote que já está feito, especialmente quando você esquece que o jantar deve ser em 30 minutos e sua luta pra fazer um jantar rápido é não ter tempo para fazê-lo do zero. Confie em mim, eu entendi. Cansado do mesmo velho espaguete? O prato de macarrão mais fácil que você fará com apenas alguns ingredientes em quinze minutos, carregado com bacon crocante! Este é um daqueles pratos que se faz em quinze minutos ou menos com apenas seis ingredientes para o molho, que inclui hambúrguer e bacon.

Molho de tomate especial

Seu molho de tomate por ser incrementado, basta adicionar cebola (cortada em cubos), alho e sal à gosto, com um pouco de água. Muito poucos ingredientes e um enorme sabor.

Modo de preparo

Comece refogando a cebola na manteiga em sua panela de pressão. Vá cortando o bacon em pedaços pequenos e adicionando ele ao refogado de cebola por cerca de dois à três minutos. Adicione o seu hambúrguer e corte em pedaços pequenos, quando o bacon estiver quase pronto. Escorra o hambúrguer do óleo e lave a panela, pois você irá usá-la novamente. Você pode optar por deixar a gordura do bacon, fica à seu critério. Adicione o bacon, a cebola e o hambúrguer de volta à panela com molho de tomate e sal. Quebre o macarrão ao meio e polvilhe o macarrão ao redor da panela Encha sua panela com água e despeje água suficiente para cobrir o macarrão. Coloque a tampa, verifique se está bem vedada e sem ventilação. Pressione manual (se ela for elétrica) ou cozinhe por pressão durante oito minutos (para macarrão macio) ou seis minutos para macarrão mais firme, com uma liberação instantânea, quando a válvula de pressão cair, abra a tampa e mexa. Deixe descansar por cinco minutos para engrossar o molho Nota: Quando o molho estiver aguado, adicione a pasta de tomate até que fique com a espessura desejada. Lembre-se de adicionar sal e pimenta a gosto depois de adicionar a pasta de tomate.